FANDOM


Casamento em crise.jpg
  • Seria o divórcio uma solução?

O casamento, como instituição, vem enfrentando constantes crises e ameaças. Tanto que sociólogos e psiquiatras liberais norte-americanos têm sugerido a abolição do casamento. A razão, segundo esses profissionais, estaria no aumento dos problemas conjugais e a dificuldade no tratamento dos mesmos, fato esse comprovado pelo alarmante índice de divórcios e separações ocorridos nas últimas décadas. Na verdade, também no Brasil, o panorama é muito semelhante sendo impossível discordarmos desta realidade, pois é provável que todos tenhamos conhecimento de um ou mais casos de casamentos desfeitos de forma oficial ou não. Os problemas conjugais existem e muitos deles são difíceis, complexos e, realmente, podem levar o casal a tamanha crise de desespero que vêem no divórcio ou separação, a única saída para o seu frustrado sonho de amor. Mas, porventura seria o divórcio a solução para os problemas que aparecem, se desenvolvem e se multiplicam entre as pessoas que se relacionam em nome do amor? Por outro lado, existe um contingente muito grande de casais que estão enfrentando problemas os mais diversos em seu relacionamento, mas que, sinceramente desejam um fim para o clima de tensão em que vivem. E, entre esses há os que, não só desejam como também estão se esforçando em busca de uma solução realmente eficaz para os problemas que, à semelhança da maré, vão e vêm, mantendo-se alojados em seu casamento. É claro que esta insegurança não é benéfica. Seria possível então, a existência de uma solução realmente eficaz para os problemas conjugais? Sem dúvida! Existe sim, uma solução tanto para os que a desejam, como para o que já estão trabalhando por ela e, mais ainda, até mesmo para o que não conseguem divisar outra saída além da separação ou divórcio. É somente uma questão de experimentar para provar e comprovar. A não ser, é claro, que se deseje uma outra experiência: a da frustração, amargura, tristeza e sofrimento, experiência essa já comprovada por milhares de casais que optaram pelo caminho aparentemente fácil do divórcio. Mas qual seria então a solução? Seria ela realmente eficaz? O segredo quer aceitemos ou não, encontra-se em nosso relacionamento com Deus, a Fonte de todo verdadeiro amor. A propósito, citamos a seguir o Dr. Henry Brandt e Homer Dowdy, autores do livro “Edificando um Lar Cristão”, páginas 10 e 11. “Todos nós estamos envolvidos em grande número de relacionamentos. Alguns nos ligam a companheiros de trabalho, outros a vizinhos em empreendimentos na comunidade, e ainda, a outros crentes no desenvolvimento do trabalho da igreja local. Cada relacionamento tem suas características próprias, suas próprias limitações. O casamento é o mais sagrado e íntimo de todos os relacionamentos. “É o amor que produz a singularidade do casamento. E o amor nunca meteu ninguém em apuros. Os relacionamentos, freqüentemente sim. O relacionamento que liga você a seu cônjuge é exclusivamente de vocês. “O relacionamento do matrimônio, entretanto, não é fiador da felicidade. O marido e mulher podem viver sob o mesmo teto, gastar o dinheiro em comum, dormir no mesmo quarto, comer juntos, ter filhos de uma experiência física que partilham juntos. Mas, sem se revestirem do amor de Deus, as intimidades dos relacionamentos do casamento podem conduzir a uma separação do casal. “Render-se ao amor de Deus é produzir um perfeito amor para com os outros, incluindo o cônjuge. Inversamente, relacionamentos defeituosos são o resultado de um relacionamento imperfeito com Deus. Um casamento baseado num sincero amor a Deus somente pode ser perturbado quando alguma coisa se interpõe entre um dos dois indivíduos e Deus”. Portanto, o segredo para um matrimônio feliz e estável, é manter um bom e constante relacionamento com Deus, a Fonte do verdadeiro amor. Esse relacionamento com Deus pressupõe estudo das Escrituras Sagradas, um estudo sincero, sistemático e constante. Vale também os hábitos da oração particular, conjugal e familiar. A partir desse sincero relacionamento com seu Deus, o casal certamente começará a experimentar o amor que irá tornar o relacionamento conjugal numa gratificante e maravilhosa experiência de crescimento humano. Experimente e comprove. Como certamente irá gostar, não fique com essa alegria só para você. Partilhe com parentes, amigos e conhecidos contribuindo assim para ver felizes aqueles por quem você também tem amor. Aceite, pois, nossos votos de sucesso e felicidade conjugal.


Derly Gorski

  • Pastor e Jornalista

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória