FANDOM


88







A LIBÉLULA E A TARTARUGA


A libélula recém nascida, que pairava as suas leves asas sobre a água transparente do ribeirão, viu imóvel sobre uma pedra, uma tartaruga que tomava banho de sol. Espantada diante de uma criatura tão feia, pousou sobre uma folha de capim a fim de ver melhor. A tartaruga, achando que a libélula a estava admirando, começou a falar: - Olá - disse ela. A libélula levou um susto. - Pensei que você estivesse morta, de tão parada. - Já fui como você, minha criança, muito agitada, mas aprendi que é perigoso vier assim. Em você tudo é esbanjamento: asas vibrando, ir e vir nas costas do vento, voar sem cessar. Mas tudo isso faz mal. Quem se mexe muito morre logo. A vida é como a vela: há de se economizar para durar mais. Minha filosofia é simples: nunca ficar de pé, quando posso ficar deitada. Para simplificar, fico sempre deitada... A libélula espantada de que alguém pudesse viver assim, ia perguntar se a vida vale a pena. Mas não deu tempo porque a tartaruga continuou a falar: - Você ainda não aprendeu a lição do peso. Para se voar é preciso ser leve. Mas tudo o que é leve é frágil. As crianças gostam de empinar papagaios. Mas para subir no vento, eles têm de ser feitos com varetas finas de bambu e papel de seda. Por isso, acabam quase sempre enroscados em algum galho de árvore. Mas você nunca viu uma tartaruga enroscada num galho de árvore. Estão fora dos enroscos porque não se metem a voar, porque são muito pesadas e por isso ficam sempre junto ao chão. Somos prudentes. Voar é perigoso, exige leveza e fragilidade. Isso é coisa que fascina as crianças, mas não os adultos. Os adultos são graves. E grave é aquilo que respeita a lei da gravidade e gosta de ir para baixo. Como eu. Os adultos quando querem elogiar alguém dizem que ele é uma pessoa de peso. O contrário de peso? Leveza, bexiga solta no espaço. Quando se diz que alguém é leviano, isso não é um elogio, é uma ofensa. Leviano é quem não leva as coisas a sério, como as crianças. Quanto mais adultas, mais parecidas comigo. A libélula ia dizer que ser leve é coisa muito gostosa, porque dá sempre uma enorme vontade de rir, mas se calou, com medo de ser acusada de leviana. A tartaruga não entenderia. - E há também a necessidade de defesas - continuou a tartaruga - Veja o seu corpo, fino como um palito. O bico de qualquer pássaro pode cortá-lo ao meio. E suas asas? Lindas e fracas. Veja agora a minha carapaça. Nem martelo consegue quebrá-la. Você é mole, eu sou dura. Mole são as crianças, os palhaços, os poetas, os artistas. Duros são os generais, os banqueiros, os policiais, as pessoas importantes. Quando as crianças deixam de ser uma libélula para se tornarem uma tartaruga, os adultos dizem que elas ficaram maduras. Na verdade o que querem dizem é que ficaram armaduras. Coisa madura é coisa mole, gostosa, boa de se comer e se descuidar apodrece e acaba. Já a armadura é coisa que vara os séculos. Como eu, impenetrável, constante, sempre a mesma. Digna de confiança. Serei amanhã o que sou hoje. Quanto a você, não sei onde estará. As coisas leves passam. As duras permanecem. Ninguém diz que Deus é vento ou nuvem. Mas dizem que é rocha e fortaleza. Claro que as armaduras criam certos problemas. Fica difícil para brincar, pular, abraçar... Mas é o preço da sobrevivência.


A Lição da Borboleta


Um dia, uma pequena abertura apareceu no casulo, e o homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco. Então ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela já avançara o mais que podia, e não conseguia ir mais longe. O homem decidiu ajudar a borboleta: pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta saiu facilmente, mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas. O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar com o tempo. Mas nada aconteceu, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia, era que o casulo apertado, e o esforço necessário a borboleta para passar através da pequena abertura, eram o modo com que Deus fazia com que o fluído do corpo da borboleta fosse para as suas asas tornando-a pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo... Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, ele nos deixaria aleijados. Nós não seríamos tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nunca poderíamos voar. Eu pedi Força.... e Deus me deu Dificuldades para me fazer forte. Eu pedi Sabedoria... e Deus me deu Problemas para resolver. Eu pedi Prosperidade... e Deus me deu Cérebro e Músculos para trabalhar. Eu pedi Coragem... e Deus me deu Perigo para superar. Eu pedi Amor... e Deus me deu pessoas com Problemas para ajudar. Eu pedi Favores... e Deus me deu oportunidades. Eu não recebi nada que pedi... Mas eu recebi tudo de que precisava.


A Marca de Cristo


..."cada arvore é conhecida pelo seu próprio fruto. Porque nem se colhem figos de espinheiros, nem dos abrolhos se vindimam uvas" Lucas 6.44 Cristo nos libertou do peso da Lei e nos colocou debaixo de uma Lei incomparavelmente superior, a Lei do Amor, a Lei do Seu Amor! Devemos nos submeter à essa Lei por obediência e gratidão. Não para que ela nos leve à Salvação, pois de fato, como crentes, já temos entendido que fomos salvos bem antes de termos nascidos, é assim que a Bíblia nos diz. Também não devemos pensar que a obediência à essa Lei nos manterá salvos, pois, a mesma Bíblia também nos diz que quem nos mantém salvos, é Cristo Jesus que nos retêm em Suas mãos. Assim, de Suas mãos ninguém nos tira, e nem saímos. Mesmo que em algum momento cheguemos a pensar em "desistir" de Jesus, Ele nos restaura o ânimo, direciona nossa visão, e nos apruma os passos, tudo faz pela ação do nosso Consolador, o Espírito Santo. Este é sem dúvida, o segredo da nossa permanência incondicional em Suas mãos. Isso tudo tem um nome: Graça Irresistível! A Graça precede ao Amor, agora falamos! Ninguém tem o Amor de Cristo se não houver sido alcançada por essa Graça! É a Graça que primeiro nos resgata das garras da morte para nos colocar nas seguras mãos de Cristo, aí sim, o Amor nos é dado como a marca do caráter do nosso Salvador. Serve como o sinal em nós para o Mundo, que de fato somos dEle em essência! Temos um Dono! Somos servos dEle! Foi exatamente para que não vivamos um "cristianismo filosófico" e vaguemos no campo das idéias, e sim, vivamos um Cristianismo Genuíno que produza Vida para este Mundo, que Jesus nos disse certa vez, que os Seus seguidores seriam identificados pelo Seu Amor, e que eles seriam literalmente regidos e sinalizados por esse Amor. A Lei do Amor de Cristo é resumida em amá-Lo na proporção que nos amou, e aos outros, da mesma forma como Ele os amou. Não é fácil, mas é a nossa Lei ! Conseqüentemente, quando alguém que se diz filho de Deus, não anda refletindo uma Vida Cristã Amorosa e Frutifica...ou ela não é de Cristo, ou, sendo dEle, está vivendo em desobediência e profunda ingratidão ! É verdade. Mas, tem conserto. Cristo pode fazer tudo novo! Individualmente, cada um de nós deve questionar que tipo de sinal anda refletindo "do Cristo" que confessa. Sempre devemos reavaliar nossas atitudes, valores, e comportamento, para que em momentos de fraqueza, e diante de uma amorosa exortação como essa,não demoremos tanto para retornar ao Primeiro Amor ! Jesus... "Nisso conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns com os outros. Jo 13.35

Pr Ricardo Igreja Presbiteriana Memorial


A melhor máquina de voar do mundo


O Criador fez os pássaros para serem as melhores máquinas voadoras. Como um avião, eles têm asas, hélices, trem de pouso e todo o necessário para a decolagem e o pouso que, por sinal, é mais bem executado por um pássaro do que por qualquer avião. Em outro artigo observamos o intricado desenho de suas leves penas. A estrutura óssea também mostra a sabedoria do Criador. Tudo naquele esqueleto forte e flexível está projetado para evitar o excesso de peso. Seus ossos tubulares reforçados são ocos, mas fortes. Eles contêm uma rede esponjosa que se enche de ar quando o pássaro respira. Na verdade, todo o sistema respiratório de um pássaro é uma parte importante de sua capacidade de permanecer no ar. Os pulmões são uma série de espaços ao redor dos tubos respiratórios. Estes estão ligados a bolsas de ar adicionais entre os músculos e a carne. Quando expira o ar usado de seus pulmões, o pássaro consegue respirar uma quantidade surpreendente de oxigênio para sua corrente sanguínea. A circulação de ar dentro do pássaro também tem um efeito refrigerador. Quanta sabedoria o Senhor demonstrou na criação dessas criaturas de penas. A força para voar da maioria dos pássaros vem dos músculos de seu peito, os quais estão ligados a um osso incrivelmente grande em seu peito. O osso do peito está localizado na parte inferior de seu corpo, de modo que o pássaro não fique com excesso de peso na parte de cima. O pescoço, a parte mais flexível de seu corpo, também ajuda a dar equilíbrio ao pássaro durante o vôo. Ele possui 14 vértebras - o dobro de uma girafa! Quase todos os pássaros são excelentes voadores, mas os mais pesados têm alguma dificuldade para decolar. Alguns, como os cisnes, precisam de uma pista. Enquanto correm pela pista, batem as asas furiosamente, para poderem sair voando. Todos eles decolam de frente para o vento, como fazem os aviões. Às vezes, depois de pousarem em lagos ou represas, alguns pássaros aquáticos necessitam de uma boa brisa para poderem ir embora. Outros, sabendo da dificuldade de decolar do chão, preferem pousar em lugares altos. Dali eles podem se beneficiar da força da gravidade para ganharem velocidade de vôo. Mas qualquer que seja a situação, e qualquer que seja o pássaro, Deus lhes deu os meios e habilidades para cuidarem de si mesmos de uma forma que nos maravilha. O Salmista, talvez pensando nestas e em outras coisas maravilhosas, escreveu: "Louvem o nome do Senhor, pois mandou, e logo foram criados... Louvai ao Senhor desde a Terra, vós... aves voadoras; reis da Terra e todos os povos... moços e moças, velhos e crianças. Louvem o nome do Senhor, pois só o Seu nome é exaltado; a Sua glória está sobre a Terra e o céu" (Salmo 148.5-13). Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? Mateus 6.26


A Parte da Cada Um

Diz uma lenda amazônica que o tuiuiu, um pássaro do Pantanal, enfrentando um incêndio na floresta, mergulhava no rio, molhava as asas, e, alçando vôo, as sacudia para as gotas de água, delas desprendidas, caíssem sobre o fogo. Incansavelmente, o tuiuiu prosseguia na sua abnegada missão: mergulhava, alçava vôo. Até que um dos animais da floresta gritou: O' louco tuiuiu, o que esperas conseguir com essas gotas dágua? O tuiuiu respondeu simplesmente: Bom, eu faço a minha parte...

voltar. www.ejesus.com.br

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória