FANDOM


thumb|300px|right


Depois de subir uma escadaria ou montanha, como é bom parar um pouco para respirar fundo e descansar! Essa pausa serve para ajudar a renovar as forças a fim de prosseguir na caminhada.

O objetivo é mostrar que Deus olha para Seus filhos com carinho e os ajuda a vencer as lutas do dia a dia. Assim, os momentos de graça aqui na Terra terão repercussão eterna, quando o amor será perfeito e a vida durará para sempre.

________________________________________



Vestes de Salvação

É grande o meu prazer no Senhor! Regozija-se a minha alma em meu Deus! Pois Ele me vestiu com as vestes da salvação. Isaías 61:10

Você já se colocou alguma vez diante do seu guarda-roupa e, com toda a variedade de roupas para vestir, perguntou-se: “Que roupa vou usar?”

No tempo de Mao Tse-tung, todos os chineses andavam uniformizados usando uma boina e um casaco azul-esverdeado. Foi cair o líder, e houve uma explosão de cores. O povo vestiu aquilo que havia tempo queria usar.

Quando se usa um uniforme, não há estresse, nem escolha. Você precisa vesti-lo, goste ou não goste.

A roupa é mais do que uma proteção do clima ou artefato para conservar nossa modéstia. Vestimo-nos para nos sentir melhores e usamos roupas de que gostamos, para acentuar ou para dissimular aspectos de nosso físico.

Vestimo-nos também para melhorar nossa autoimagem. Na cor e no modelo que você quiser, a camisa, a calça, a blusa, saia ou vestido estão aí para você melhorar a aparência. Quando você põe essa roupa que lhe cai bem, surge um sorriso no rosto e parece haver leveza no andar.

Quando Adão e Eva, feitos à imagem de Deus, pecaram, aquela imagem foi afetada e a primeira coisa que fizeram foi costurar para si vestes de folhas de figueira – trabalho de suas próprias mãos. Isso fez com que se sentissem melhor, mas não reparou a imagem deles, porque a falha não estava no tecido, nem no corte, mas neles mesmos. Deus precisou sacrificar animais e Ele mesmo trabalhou as peles, modelou as vestimentas e vestiu Adão e Eva.

Estamos certos quando acreditamos que precisamos de novas vestimentas para melhorar nossa imagem. O problema é querer encontrar essa roupa em qualquer loja, porque não há tecido, corte nem modelo que cubra verdadeiramente nossas necessidades espirituais.

Em lugar de ficar procurando, empurrando cabides de um lado para outro na seção de roupas da melhor loja de departamentos do Céu, o linho fino branco é a única vestimenta apropriada para os convidados do Rei. E há somente um fornecedor, assim como foi para Adão e Eva: o próprio Deus.

“O homem nada pode idear para suprir as perdidas vestes de inocência. Nenhuma vestimenta de folhas de figueira, nenhum traje mundano, pode ser usado por quem se assentar com Cristo e os anjos na ceia das bodas do Cordeiro. Somente as vestes que Cristo proveu podem habilitar-nos a aparecer na presença de Deus” (Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 311).


A Paz de Deus

A paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. Filipenses 4:7

Quando Paulo escreveu para os crentes na cidade de Filipos, não estava numa cadeira de praia de um resort no Mar Mediterrâneo. Não estava numa rede num amplo alpendre, desfrutando a brisa. Estava na prisão, lugar escuro, úmido, limitado. Ele poderia ter sido tentado a pensar que, depois de 20 anos seguindo a Jesus, não merecia aquilo. Mas, com confiança e alegria, escreveu para os filipenses: “A paz de Deus guardará o coração de vocês. Quanto a mim, não se preocupem.”

A paz que Deus oferece não é uma paz livre de pressões e dificuldades. Ela independe das coisas externas.

Há alguns anos, Charles Roberts IV, motorista de um caminhão distribuidor de leite, invadiu a pequena escola de uma comunidade Amish, no Estado da Pensilvânia. Com violência descontrolada, assassinou dez meninas e depois se matou. O crime surpreendeu a muitos, mas surpresa maior aconteceu poucos dias depois. Repórteres que acompanhavam o que havia acontecido presenciaram algo inusitado.

Os Amish se reuniram, oraram juntos, choraram juntos. Os repórteres ficaram surpresos porque orador após orador falava de perdão para o homem que havia atirado nas crianças. A princípio, eles duvidavam de que isso fosse verdade e não entendiam o que estavam testemunhando. Havia só uma explicação: eles haviam testemunhado a “paz que excede todo o entendimento”.

O mundo procura a paz por meio de meditação, ioga ou uso de roupas brancas. Também a procura nos suplementos alimentares, colchões e travesseiros especiais, velas aromáticas, música meditativa da Nova Era, e até por meio da compra de tudo o que se queira. Mesmo assim, não encontra a paz.

A paz que o mundo oferece é a paz do escape. É a paz que se consegue com a falta de comprometimento, ao fugirmos dos problemas ou nos recusarmos a enfrentar os desafios.

A paz de Deus é paz completa. Temos do nosso lado o Príncipe da Paz. Ele nos guardará da ansiedade, da dúvida e da preocupação. “Deixo-lhes a paz; a Minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo” (Jo 14:27).

“Tu, Senhor, guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme, porque em Ti confia” (Is 26:3).


Cuidado com Suas Emoções

Que cada um de vocês esteja seguro de estar fazendo o melhor, pois assim terá a satisfação pessoal de uma obra benfeita e não precisará se comparar com outra pessoa. Gálatas 6:4, A Bíblia Viva

Ele acontece na família, no trabalho, na igreja e até entre amigos. Talvez seja uma das primeiras emoções na história da humanidade. Esteve presente no incidente de Caim e Abel; com os irmãos de José ao verem o tratamento e os presentes que o pai dava para ele. Esteve no coração de Saul quando Davi recebia os elogios, as músicas e o carinho de todos. Esteve também na reação do irmão do filho pródigo: “Como é que ele gastou tudo e foi recebido com festa?” No centro do ciúme está o pressentimento de que alguma coisa que me pertence e esteve sob meu domínio está passando para o controle de outra pessoa.

Um principiante que chegou é indicado para dirigir a área na qual você é especialista, e você é transferido para uma área em que não há visibilidade. Sente que está perdendo posição, status, poder e influência. Outro colega leva vantagem sobre você ao ser o primeiro a lançar uma ideia, um projeto, e o nome dele se torna motivo de comentários elogiosos. Você fica atormentado de raiva e ciúme. Ou é o recém-chegado que está atraindo para si até mesmo seus melhores amigos e você fica com medo de perder seu espaço.

Um incidente no qual o ciúme é bem exemplificado ocorreu na vida de três irmãos. Todos reconheciam que eles tinham sido escolhidos por Deus. Miriam, como profetisa, talentosa na música e na poesia. Arão, sumo sacerdote e líder espiritual. Moisés, líder de Israel no deserto.

O descontentamento aumentou quando Moisés indicou setenta líderes como auxiliares sem consultar seus irmãos mais velhos. “Olha só, nem fomos consultados para essa indicação. Afinal de contas, para que estamos aqui?”

E no centro da conversa estava o ciúme. “Ele está monopolizando tudo. Faz parte de oito comissões. Não há um só mês em que seu nome não apareça na seção de notícias da revista. É convidado para todas as campais e está afinado com as tribos ricas do sul: Rubem, Simeão e Gade.”

Contextualize e você verá até onde pode chegar o ciúme. A Palavra de Deus tem uma advertência e um conselho para nós: “O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos” (Pv 14:30). Com espírito de humildade e convicção dos talentos que o Senhor nos deu, independentemente do lugar e da posição que ocuparmos, poderemos cumprir a missão que nos cabe.


José Maria Barbosa Silva

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória