FANDOM



Pais-e-filhos

Aproveite bem o tempo com seu filho

Por Mariana Raphael Fonte: http://bbel.uol.com.br/filhos/post/aproveite-bem-o-tempo-com-seus-filhos.aspx

Sentimento de culpa

Mães que trabalham fora sabem bem o que é ter que equilibrar o tempo entre a profissão, os cuidados com a casa, a família e a convivência com os filhos. O ritmo de vida aumenta progressivamente, mas o relógio continua com as mesmas 24 horas de sempre.

As tarefas diárias fazem com que o tempo dedicado aos filhos seja escasso e isso costuma acarretar um sentimento de culpa nos pais, principalmente nas mães.

Segundo a psicanalista Marina Fibe De Cicco, quando os pais se sentem culpados podem tentar compensar sua ausência de uma forma que acaba atrapalhando a educação, por exemplo, não colocando limites na criança. "E quando isso acontece, no pouco tempo em que eles estão com o filho, os pais não exercem plenamente sua função", completa a psicanalista.

Quantidade ou qualidade?

O que é mais importante, a quantidade ou a qualidade do tempo dedicado aos filhos? Na visão de Marina De Cicco a qualidade prepondera, mas a quantidade também deve ser considerada. A psicanalista explica que os pais são as principais referências dos filhos e, portanto, precisam ser presentes e participar da vida deles. Outro motivo apontado por ela é que os vínculos afetivos são cultivados com a convivência.

O ideal é que os pais consigam organizar suas atividades diárias para passar mais tempo com seus filhos e invistam na qualidade desse tempo.

Pensando nisso, convidamos a pedagoga Bruna Ribeiro, mestranda em Educação na PUC-SP, a dar dicas de como aproveitar bem o tempo com os filhos, com ideias para que o tempo dedicado a eles tenha qualidade. A pedagoga também dá sugestões de como incluir as crianças na rotina da casa para que tempo de convivência entre vocês seja maior.

Dicas para que o tempo tenha qualidade

Se o seu filho é bebê, aproveite o momento da troca de fraldas, da mamadeira e do banho para conversar e cantar para ele. Pesquisas comprovam que o toque da mãe somado ao som de sua voz é responsável pela produção de sinapses. Ou seja, criança que recebe carinho hoje é mais segura e criativa amanhã. Além disso, a atividade serve como calmante para o bebê e fortalece o vínculo entre mãe e filho.

Monte um cantinho em sua casa para a criança explorar as artes visuais, com folhas (pode ser de rascunho), lápis, canetinha, massinha, aquarela, tinta e um aventalzinho. Use a imaginação e faça "arte" com ele.

Chegou estressada do trabalho? Ponha uma música e chame seu filho para cantar e dançar com você. Com certeza os dois irão relaxar e se divertir.

Assista a um desenho, jogue um jogo, enfim, faça com seu filho algo que faz parte da rotina dele.

Tenha sempre um livro na cabeceira da cama de seu filho e reserve dez minutos por dia para ler histórias para ele antes de dormir. Não precisa ser um livro curto, você pode ler um trecho por noite. Com certeza a criança aguardará ansiosa pelos próximos capítulos da história.

Roupas que você não usa ou não servem mais, assim como óculos, chapéus e acessórios podem dar origem a uma caixa de fantasias. Peça para a família inteira colaborar, doando peças e objetos antigos para a caixa. Fantasie-se com a criança e juntos vocês poderão inventar muitos personagens e histórias.

No fim de semana acampe com seu filho na sala. A "barraca" pode ser montada com panos, pregadores, lanternas e muita imaginação. Lá dentro vale tudo: contar histórias ou pedir para a criança contar, tomar um lanche gostoso, jogar um jogo. Para a criança, o simples fato da mudança de ambiente já garante o lúdico.

Fique atenta à programação de livrarias e bibliotecas, pois elas costumam oferecer sessões gratuitas de histórias e oficinas para crianças de todas as idades.

Leve seu filho a parques e deixe-o andar descalço na grama e brincar com areia. Em cidades grandes as crianças têm pouco contato com a natureza, por isso, tente garantir que ela brinque em contato com a natureza pelo menos uma vez por semana e faça piqueniques em família.

Outras sugestões

A maior parte das brincadeiras das crianças nasce a partir da imitação que elas fazem daquilo que observam os adultos realizando, por isso, incorpore seus filhos nas tarefas simples do dia a dia, como arrumar a mesa, varrer o chão e tirar pó. Você pode, inclusive, montar um kit com vassoura, pá e rodinho de brinquedo para que ele brinque de ajudar. O objetivo não é ter um ajudante para a tarefa terminar mais rápido; o principal é vocês estarem juntos

Se você precisa ir ao supermercado, peça para seu filho fazer a lista dos itens que estão faltando (pode ser com desenhos, se ele ainda não souber escrever), e no estabelecimento peça ajuda para encontrar os produtos. O que para o adulto é uma tarefa chata, para a criança pode ser uma grande brincadeira.

Como incluir seu filho na rotina da casa

Aproveite a ida ao supermercado para comprar muitas frutas e peça para seu filho ajudá-la a preparar uma deliciosa salada de frutas. Com uma faca sem ponta até crianças pequenas podem ajudar a picar frutas mais moles, como banana e morango.

Peça para seu filho ajudá-la a cuidar do bichinho de estimação da família. Isso o auxiliará a desenvolver senso de responsabilidade.

Deixe seu filho responsável por regar algumas plantinhas. Além de se divertir, a criança sentirá que a manutenção da casa também depende dela.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória