FANDOM


Vaca pensante

Colaboração do Dr. George Tichy.


ASSUNTO MUITO SÉRIO! O assunto para discussão que segue também poderia ser intitulado: “O poder do Pensamento Negativo”. Não são apenas os fatos que ocorrem em nossa vida que determinam o nosso estado mental, nossas alegrias e nossas tristezas a cada momento. Os nossos pensamentos, e a maneira como pensamos, têm também um papel preponderante em nosso humor diário. Em geral não podemos fazer muito para controlar os acontecimentos ao nosso redor. Mas temos muito poder para determinar quais temas irão ocupar as recâmaras dos nossos pensamentos. Como pensar, e o que pensar é uma escolha que fazemos a cada instante – uma escolha que é sempre entre pensamentos positivos e pensamentos negativos. O PROCESSO DA RUMINAÇÃO Todos conhecemos o processo da ruminação, sempre associado com a digestão do gado bovino. Mastigar, re-mastigar, tri-mastigar, e mastigar de novo... É assim que se processa a digestão dos bovinos. A idéia básica a ser extraída desse processo é a recorrência do um mesmo fato. Um certo resultado é alcançado devido à repetição de um certo processo. A idéia pode ser extrapolada para o processo que ocorre com nosso pensar. Nós, os humanos, também utilizamos constantemente o processo da ruminação – não de alimentos, mas sim de pensamentos. Todos nós frequentemente repetimos pensamentos em nossa mente. A chave do que estou discutindo aqui é que o que faz uma grande diferença na determinação do nosso humor diário é o tipo dos pensamentos que escolhemos ruminar. RUMINAÇÃO E DEPRESSÃO O processo de ruminação de pensamentos negativos tem sido um tema de interêsse dos psicólogos que tratam da depressão. Tem-se notado que a severidade da depressão está altamente correlacionada com uma baixa auto-confiança na abilidade de resolver problemas e com uma alta tendência de ruminar pensamentos negativos. Os pensamentos negativos em geral estão relacionados com temas tais como perdas pessoais no passado, experiências amargas, ou fracasso em alcançar objetivos pessoais. Uma corrente de pensamentos negativos que persiste por vários dias pode ser indicação de depressão. A ruminação é um fator que delonga a recuperação do paciente que está sendo tratado de depressão. A ruminação tem que ser devidamente abordada e tratada para que a depressão possa ser combatida com sucesso. Se a ruminação continuar, ou em caso de reincidência, os resultados em geral serão imediatos na forma de aumento ou reincidência dos episódios de depressão. Estudos têm mostrado que as pessoas que têm tendência para ruminar em geral têm relativamente menos inclinação para envolver-se ativamente em busca de soluções quando enfrentam situações problemáticas ou estressantes. Para essas pessoas também é mais difícil agir ou reagir quando enfrentam desafios. As pessoas deprimidas vêem seu mundo através de um prisma que enfatiza os aspectos negativos das suas experiências diárias, e ao mesmo tempo elas minimizam os aspectos positivos. Os estados depressivos em geral estão associados com a tendência de focalizar mais e mais a informação negativa relacionada com os acontecimentos diários. Essas pessoas falam mais das coisas negativas do que das positivas, e quando fazem decisões deixam-se influenciar mais pelos aspectos ou fatos negativos. Pessoas deprimidas em geral enfatizam e aumentam a importância das falhas e das derrotas, ao mesmo tempo que diminuem a importância do sucesso e das conquistas de objetivos. A ruminação de pensamentos negativos tem um grande papel no desencadeamento da depressão e também na sua manutenção. Quanto mais a pessoa se mantém pensando em coisas negativas mais deprimida fica, e mais difícil se torna sair do estado depressivo. Por estas e muitas outras mais razões, dá para ver por que é importante detectar quando uma pessoa está acariciando e mantendo pensamentos negativos. Ou seja, quando está ruminando tais pensamentos. O resultado pode ser a depressão, e a seguir a vida toda começa a sofer um desequilíbrio do qual em geral é muito difícil de se recuperar. Por isso o meu conselho: pare de muninar, isso é coisa de vaca! Mas, infelizmente, ainda assim a ruminação afeta a vida de muitos humanos. COMBATENDO A RUMINAÇÃO Há certas coisas simples e práticas que se podem fazer para combater a ruminação de pensamentos negativos. Claro que essas práticas nunca substituem um tratamento profissional mais detalhado do problema, mas são parte do processo de transformação e de cura. Como sei que a maioria das pessoas (mesmo no século XXI...) ainda resiste à idéia de procurar um tratamento profissional para esse tipo de problema, aqui estão algumas coisas que podem ajudar um pouco: 1. Faça uma lista (por escrito) dos pensamentos negativos que mais frequentemente lhe vêm à mente. Tais pensamentos em geral estão associados a acontecimentos passados que foram desagradáveis ou traumáticos, ou a pessoas que lhe afetaram negativamente no passado. 2. Lembre que quanto antes voce perceber que está pensando negativamente tanto mais fácil vai ser suprimir esse pensamento e parar a sua influência negativa naquele momento. 3. Faça o seguinte treinamento: a) Muna-se de uma revista ou de um jornal. Escolha um artigo qualquer para usar mais tarde. b) Escolha um dos pensamentos negativos fre-quentes que voce anotou na sua lista (no #1 acima). c) Concentre-se deliberadamente nesse pensa-mento negativo por cerca de 30 segundo. d) Pegue o artigo que escolheu na revista ou jornal e comece a ler a matéria em voz alta. e) Continue a ler o artigo no mínimo por 3 minutos. O que está acontecendo é que voce está aprendendo a suprimir um opensamento negativo usando o processo de substituição de funções no cérebro. Quanto mais praticar isso, mais fácil vai ser usar o processo no dia a dia quando estiver pela rua, no trabalho, ou na escola. Sempre carregue um pequeno artigo no bolso, para utilizar quando se der conta que está pensando negativamente. O processo é simples demais e bem barato, mas é altamente positivo em seus resultados finais. Outras idéias são: 1) Carregue consigo uma bala ou drops que voce odeia, de preferância de gosto amargo. Cada vez que perceber que está pensando numa coisa negativa, coloque a bala amarga na boca. Voce estará educando o seu cérebro a evitar pensamentos negativos. 2) Telefone para um amigo, ou cônjuge, ou qualquer pessoa com quem haja combinado isso antes, e conte que acabou de ter um pensamento negativo. Não precisa detalhar o conteúdo do pensamento. 3) Carregue um papel no bolso a anote uma marquinha cada vez que tiver um pensamento negativo. Daí, no fim do dia, em casa, marque no calendário o número total de marcas. Assim poderá comparar a frequencia diária e ver se os números estão diminuindo. Se usar só estas técnicas, já vai dar para ver o enorme progresso que voce estará fazendo em poucos dias. Boa sorte no empenho. E lembre-se, Pare de ruminar! Isso é coisa de.... VACA!!! Para outras questões sobre depressão, mande um email para drtichy1@gmail.com e receba uma resposta pessoal minha. Para maiores informações, visite o site www.geocities.com/drtichy

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória