FANDOM


Presentes geniais home

Com raríssimas exceções, todos apreciamos ganhar um presente. Qualquer que seja. Um presente sempre traz consigo uma mensagem de reconhecimento, de apreciação, de carinho, de gratidão e amor. Pelo menos é isso que se imagina, é assim que deve ser. Um presente tem a capacidade de aproximar as pessoas facilitando assim o inter-relacionamento. Imagine uma situação na qual você e sua família chegando para sua nova residência em virtude de sua transferência que a empresa para a qual trabalha lhe ofereceu como uma promoção e um salário melhor. Assim, numa cidade desconhecida onde não conhece ninguém, você e sua família, cansados da viagem, quem sabe, suados devido ao calor, vê se aproximar alguém com uma bandeja contendo uma jarra e copos e lhe oferece um refrescante suco. Apresenta-se como seu vizinho desejando-lhe boas-vindas. É impossível não criarmos simpatia gente assim tão solícita e bondosa. Se nos sentimos bem com tal recepção por que não aproveitar a maravilhosa oportunidade diante da chegada de uma família que se muda para a casa vizinha? São pessoas desconhecidas e sequer sabemos de onde vêm, o que fazem, o porquê de sua mudança para o nosso bairro. Não importa. Se adotamos a política da boa vizinhança para o nosso viver, podemos nos dispor para ajudá-los no que porventura venham a necessitar. Podemos também levar um suco ou oferecer um almoço nesse dia de agitação e sentir o prazer fazer o nosso melhor pelo bem-estar alheio. A Palavra de Deus nos garante que “mais bem-aventurado é dar que receber”. Atos 20:35. Também com muita sabedoria o sábio Salomão declarou em Provérbios 18:16 “O presente que o homem faz alarga-lhe o caminho e leva-o perante os grandes”. Entretanto, qualquer que seja o presente, simples ou sofisticado, barato ou caro, qualquer deles é apenas um símbolo. O verdadeiro valor não se encontra no presente em si, mas no que ele representa. Assim, o que torna valioso um presente se encontra implícito no motivo da doação. O espírito com que é oferecido. Isso também nos faz pensar que se o presente por mais caro ou sofisticado que seja, for oferecido com segundas intenções, tais motivos o tornarão desprezível. Por isso que, um lencinho oferecido com carinho e amor pode realmente valer mais que um rico presente, porém destituído da verdadeira expressão de afeto. Talvez o simples cumprimento de uma convenção social, ou como afirmamos acima, motivado por intenções indignas. Portanto, o que vale e importa é que o presente tenha uma parte de você. Com isso em mente, é possível e importante considerarmos a comunicação como o mais valioso dos presentes que podemos oferecer às pessoas por quem temos especial apreço e amor. Entre elas, nosso cônjuge, nossos filhos, nossos familiares. Ao caracterizarmos a comunicação como um valioso presente, não estamos nos referindo àquela comunicação corriqueira e superficial que gira em torno de coisas e acontecimentos, tais como lista de compras no supermercado ou o relato das “artes” do filho do vizinho. Este tipo de comunicação não alimenta e tampouco aprofunda os relacionamentos. Muito menos ainda, possa ser uma doação de si mesmo. A comunicação que realmente tem valor e significa algo para o seu próximo, é aquela na qual você faz uma revelação de si mesmo. Aquela na qual você abre seu coração partilhando seus sonhos e esperanças, seus sentimentos e emoções. Também suas preocupações e temores, suas tristezas e ais, quaisquer que sejam, desde que o faça com abertura de alma, permitindo assim que seus queridos o conheçam “por dentro”, como realmente você é. Embora esse tipo de comunicação seja um verdadeiro e valioso presente de amor, é importante que se deixe bem claro que seguir por esse caminho tem o seu preço. Primeiro, é preciso realmente muita coragem para que possamos abrir nosso coração ao nosso próximo. Para que isso aconteça é necessário que além do amor pelo outro, tenhamos plena confiança de que seremos compreendidos e aceitos, pois nessa abertura de alma corremos o risco de nos tornarmos vulneráveis, uma vez que nossas fraquezas ou tendências poderão ficar expostas. O que importa, porém, é que na disposição de amar estejamos dispostos a nos doarmos e de forma transparente de modo que, despidos de nossa capa social sejamos autênticos e verdadeiros. Se isso tudo lhe causou espanto e ficou assustado, jamais devemos nos esquecer que a prática do verdadeiro amor funciona à semelhança de uma estrada de duas vias. Se há sinceridade no processo de dar, com certeza o retorno é uma garantia assegurada pelas Escrituras Sagradas no exemplo de doação, Jesus Cristo. O apóstolo Paulo em Filipenses 2:5 a 8 afirma: “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz”. Por Sua vez, Cristo nos assegura em Lucas 6:38: “dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. Portanto, seguir o exemplo de Jesus Cristo, atentar para Seus conselhos, é a garantia de um relacionamento agradável como o nosso próximo. Muito mais com a pessoa que amamos e partilhamos nossa vida, pois além do prazer de uma companhia que nos satisfaz, gozaremos da segurança e estabilidade emocional, tão importantes para nossa qualidade total de vida. Comunique-se.

CAFDAM~1

Derly Gorski

  • Pastor e Jornalista

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória