FANDOM





Em seu polêmico livro Deus, um Delírio, o biólogo ateu Richard Dawkins chama o Deus bíblico de “misógino”, “homofóbico”, “racista”, “infanticida”, “genocida”, “filicida”, “pestilento”, “megalomaníaco”, “sadomasoquista” e “valentão caprichosamente malévolo”. O mesmo Dawkins afirma que os homens inventaram Deus e a Bíblia. Ele afirma também que a humanidade é inerentemente boa. Portanto, quem criou o deus de Dawkins?



Ao ler o Antigo Testamento, Dawkins comete o mesmo erro de muita gente: prende-se apenas às advertências divinas de destruição iminente e às ações drásticas de Deus, que frequentemente intervém para salvar o que resta de uma humanidade corrompida. Mas leitores apressados como ele se esquecem das muitas chances concedidas por Deus e das grandes manifestações de perdão (como ocorreu com Nínive, por exemplo). “Repetidas vezes, em meio a advertências, o Senhor oferece uma saída para escapar da destruição. Sim, rebelião e desobediência trazem os frutos da destruição. Mas o Senhor sempre apela ao Seu povo, dizendo que isso não precisa acontecer, porque à nossa disposição estão salvação, justiça e segurança. Só precisamos suplicá-las em nome do Senhor.”



No capítulo 52 de Isaías, há o convite de Deus para o arrependimento do povo. Ali Ele os orienta a vestir “roupas de esplendor” (v. 1, NVI). Segundo a Biblia, “as ‘roupas de esplendor’ são as vestes de justiça, a cobertura concedida a todos que se renderam ao Senhor e que vivem pela fé e obediência aos Seus mandamentos. Isso nunca foi complicado: desde o Éden, tudo o que Deus pede de Seu povo é que viva pela fé, em obediência a Ele”.



E mais: “O que é fascinante sobre Isaías 52 é como ele termina e o que vem a seguir. Não é coincidência que, logo depois de chamar o povo a colocar as ‘roupas de esplendor’, Isaías entra na maior descrição profética do Antigo Testamento sobre a morte substitutiva de Jesus, o próprio ato que tornou as ‘roupas de esplendor’ disponíveis para todos os que as procuram. Somente através da vida e morte de Cristo, e tudo o que isso envolve, a humanidade poderia ser salva da ruína que o pecado trouxe.”



O deus de Dawkins é um personagem fictício nascido do ódio que ele nutre contra qualquer tipo de religião. O Deus da Bíblia é um Ser de amor; o único Deus que tem cicatrizes; o único Deus que caminhou com Seus filhos, no jardim do Éden, antes do pecado, e nas estradas empoeiradas da Palestina. O Deus da Bíblia é transcendente e imanente – é Jesus Cristo, aquele que foi despido para nos vestir, e morreu na cruz para nos dar vida eterna.



As vestes da salvação

Chega a ser emocionante ver Jesus na sinagoga, lendo Isaías 61 e aplicando o texto a Si mesmo, conforme o relato de Lucas 4:16-21. Ellen White comenta: “A providência tomada é completa, e a eterna justiça de Cristo é colocada ao crédito de toda pessoa crente. As vestes, preciosas e sem mácula, tecidas nos teares do Céu, foram providas para o pecador arrependido e crente, e ele poderá dizer: ‘É grande o meu prazer no Senhor! Regozija-se a minha alma em meu Deus! Pois Ele me vestiu com as vestes da salvação e sobre mim pôs o manto da justiça, qual noivo que adorna a cabeça como um sacerdote, qual noiva que se enfeita com joias’” (Is 61:10; Mensagens Escolhidas, v. 1, p. 394).



O verbo traduzido por ‘se adorna’ vem de uma palavra hebraica que significa ‘fazer o trabalho de um sacerdote’, uma profecia da compreensão da Nova Aliança, de todo o povo de Deus, vestido com as vestes da salvação, atuando como ‘sacerdotes’. Eles atuam, não como mediadores como foram os sacerdotes do Antigo Testamento, nem como Jesus, porém, mais no sentido de testemunhar aos outros sobre a misericórdia, graça e salvação de Deus.”



No ano passado, tive o prazer de pregar a Palavra e apresentar uma palestra na Igreja Adventista de Itapira, SP. Depois do culto, minha família e eu participamos com os irmãos do tradicional “junta-panelas” ou almoço em comunidade. Por alguns minutos, mantive agradável conversa com o senhor Kaoro Fujihira, de quase 90 anos. Kaoro veio do Japão para o Brasil quando tinha seis anos de idade, em 1928. A família dele se estabeleceu em Sete Barras, no Vale do Ribeira, e, em 1960, mudou-se para Itapira. Em 1965, Kaoro recebeu um folheto que tratava da profecia de Daniel 8:14, e o texto lhe chamou a atenção. Ele procurou os adventistas na cidade e eles o puseram em contato com o pastor Tosaku Kanada, de São Paulo. O pastor Kanada passou a visitar os Fujihira com frequência e a ministrar estudos bíblicos para a família. Da Capital até Itapira, eram cerca de 190 km de ônibus e até a chácara em que a família morava eram mais cinco quilômetros a pé, que o pastor Kanada percorria animado. Depois de alguns meses de estudos bíblicos, Kaoro foi batizado. Em seguida, foi a vez do filho, Gentil Massanaho (hoje ancião da igreja de Itapira). A esposa de Kaoro, Yasuko (atualmente com 83 anos), levou algum tempo mais para abandonar o Budismo, mas finalmente aceitou Jesus como seu Salvador.



Com voz firme e olhar seguro – sem contar a vitalidade e a mente perfeitamente lúcida –, o senhor Kaoro me disse que é muito feliz por ter encontrado a mensagem adventista e as verdades bíblicas. Ele atribui muito do vigor físico de que desfruta ao vegetarianismo que adotou logo após a conversão.



Em 1994, ele visitou Tóquio, no Japão. Além de conhecer outros parentes, teve a alegria de pregar na igreja adventista central de lá e contar sua história de conversão.



Carla Naomi é neta de Kaoro, tem 19 anos e estudou no Unasp durante os ensinos fundamental e médio. Para ela, é “um privilégio ter nascido adventista”. O irmão de Carla se chama Ricardo Tamotsu Ogawa e nasceu em 8 de fevereiro de 1989.



Enquanto eu me despedia dos irmãos de Itapira, após a palestra da tarde, o irmão Kaoro veio até mim, segurou firmemente minha mão, olhou-me nos olhos e, com um sorriso, disse: “Vamos continuar sendo crentes de verdade, na Verdade.” Devolvi o sorriso e disse: “Amém!”



O que Deus tem feito por três gerações da família Fujihira, Ele quer fazer também na sua vida. Você aceita as vestes de salvação que hoje Ele lhe oferece?


Michelson Borges

Michelson Borges, jornalista e mestre em teologia, é editor na Casa Publicadora Brasileira

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória